Invista no conceito ganha-ganha para contratar

 

É muito comum no mundo empresarial falar sobre o conceito de ‘negociação ganha-ganha’ (win-win negotiation), situação criada quando ambas as partes são beneficiadas em um acordo comercial. Em alguns países, estabelecer esse tipo de relação faz parte da cultura e dos valores locais, ou seja, toda iniciativa traz a expectativa de ações recíprocas da outra parte como contrapartida. Essa mesma lógica deveria ser trazida para as relações trabalhistas.

 

Vamos explicar! Quando sua empresa contrata alguém, busca solucionar uma demanda de serviço para manter o negócio operante. Indo mais além, busca um profissional qualificado que possa realizar o trabalho com qualidade para, somado ao restante da equipe, trazer lucro à empresa e prosperidade para você, certo? Em resumo é mais ou menos isso, e não há nada errado aí!

 

O problema é que nem sempre funciona assim. Algumas empresas têm dificuldade para preencher vagas importantes e a consequência disso recai sobre o caixa, uma vez que o trabalho fica por fazer e perde-se tempo com recrutamento, seleção e treinamento repetidas vezes.

 

E você sabe por que isso acontece? Existem pelo menos duas razões para isso. A primeira abriu este texto. Alguns empresários procuram suprir as próprias demandas como processo, mas se faz importante também atender com a mesma assertividade as necessidades do outro. Quando apenas uma parte sai beneficiada a contratação tende a não dar certo, afinal, trata-se de uma relação que precisa de reciprocidade. Pagar um salário de mercado nada mais é do que cumprir com uma obrigação com um profissional que entrega um serviço. Quando queremos que este profissional vá além, é preciso fazer o mesmo.

 

Perfil da vaga

 

Aí entramos na segunda questão que prejudica muitas relações de trabalho. Os gestores, em dados momentos, têm dificuldade para identificar com precisão o perfil da vaga e, consequentemente, do profissional que precisam para preenchê-la. Esta avaliação de perfil vai além dos aspectos técnicos e de mercado. Ela envolve elementos como: cultura da empresa, fluxograma de operação, inteligência emocional do candidato, características da personalidade, visão de futuro, entre outros quesitos.  

 

Ter cosmovisão a ponto de compreender todos esses aspectos para direcionar a melhor pessoa para a vaga ideal exige conhecimento, tempo e sensibilidade. Nessa hora, uma empresa terceirizada pode trazer ganho em qualidade e tempo. Qualidade por apresentar habilidade específica na identificação do candidato com as competências exigidas e tempo porque pode fazer isso com agilidade.

 

Imagine o tempo necessário para filtrar com critério 100 currículos e identificar um único candidato. Hoje, o mercado oferece cerca de 500 currículos por dia e cada vaga aberta poderia ser ocupada por pelo menos 100 deles. Fazer essa triagem com rapidez e assertividade exige know how.

 

Esta relação tempo x qualidade possibilita à empresa a oportunidade de ter um profissional mais capacitado e propenso a ter êxito e longevidade na vaga. O resultado disso é uma relação de ganha-ganha que pode transformar seu negócio e sua vida.

 

 

→ Quero terceirizar o Recrutamento & Seleção: Clique AQUI!

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags