O dinheiro não leva desaforo, é preciso lhe dar o devido valor, sem mais nem menos

July 4, 2019

 

Como você tem lidado com o dinheiro no decorrer da sua vida, já parou para pensar nisso? Não? Está no automático, certo? Produzindo e pagando contas! Então vou contar uma coisa para você: o dinheiro precisa ser direcionado, com foco, equilíbrio e tranquilidade. Vou explicar melhor, utilizando o Coaching Financeiro como norteador.

 

Tem dinheiro quem tem objetivo claro. O que quero dizer é que para ter abundância é preciso fazer o dever de casa. E essa tarefa passa por diagnosticar a realidade, definir prioridades, planejar os sonhos e guardar dinheiro para realizá-los. Você tem reservas financeiras ou apenas financiamentos? Caso esteja preso a financiamentos, fique calmo, sua realidade pode mudar com foco e determinação!

 

Ter abundância em todas as áreas da vida exige organização e nos obriga a sacrificar alguns prazeres momentâneos em detrimento de objetivos maiores. É uma questão de escolha!  Muitas vezes também é preciso buscar novas fontes de renda, pois nem sempre poupar é o suficiente para alcançar o que se deseja. Neste caso, é fundamental ter em mente que devemos fazer um esforço extra, mas sem jamais deixar de reservar um momento para o lazer e para o descanso. O sonho não pode ser maior do que estamos fazendo por ele, é preciso sonhar com os pés no chão, com equilíbrio e sem escravidão.   

 

E quando falamos em direcionar o dinheiro, estruturar e guardar, estamos falando em fazer a gestão da própria vida, ou seja, fazer uma mudança de hábito. O dinheiro está muito relacionado com o comportamento, com as emoções: medo, suprir perdas, baixa-estima. Fazer a gestão desses padrões, muitas vezes oriundos de pressões da sociedade, nos devolve as rédeas da própria vida. Passamos do ‘ter’ para o ‘ser’, deixamos de ‘gastar’ para ‘investir’ e entendemos que não ganhamos dinheiro, mas, sim, produzimos. 

 

A escolha é sua! E pouco importa quanto você produz hoje, tanto que haja planejamento, bom-senso, disciplina e muito esforço você pode alcançar seus objetivos financeiros. Lembre-se que a mente nos boicota o tempo todo e que a culpa pelos nossos eventuais fracassos não é de responsabilidade de ninguém. Nossas escolhas nos trouxeram para onde estamos agora e o mesmo vai acontecer com o futuro. Reflita sobre isso!

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags